Select Language

Check Application Status
en

Resource Zone

Em busca de verdadeiras metas

Bryson Milley, CFP, CIM

Rate 1 Rate 2 Rate 3 Rate 4 Rate 5 0 Ratings Choose a rating
Please Login or Become A Member for additional features

Note: Any content shared is only viewable to MDRT members.

Conversas mais profundas ajudam a mudar a vida do cliente.

Às vezes é necessário um evento significativo para nos sacudir e perceber o que é realmente importante e, para mim, a COVID-19 fez isso por alguns de meus clientes. Família, amigos, saúde, comunidade - sempre foram partes importantes de nossas vidas, mas agora eles estão na linha de frente.

Não que eu não fizesse antes, mas agora eu faço questão de perguntar como está a família de cada cliente. Em seguida, pergunto o impacto dos últimos oito meses em suas opiniões sobre o futuro. As respostas causaram alguns ajustes em seus planos financeiros.

Meu cliente é um ótimo exemplo disso. Ele é o líder da segunda geração de uma empresa familiar de sucesso. Ele tem trabalhado, nos últimos 30 anos, em algo que achava ser sua responsabilidade em relação à família. Ele percebeu que faria sua parte e, em seguida, passaria o negócio para a próxima geração.

Durante uma reunião de revisão em fevereiro, ele mencionou que não estava mais feliz administrando os negócios da família e que desejava equilibrar o trabalho-vida pessoal. Mas, eram comentários de passagem e não particularmente profundos. E, francamente, a próxima geração da família não estava pronta para assumir a função, então ele decidiu que simplesmente seguiria em frente.

Então, em abril, com a COVID-19 em pleno movimento, eu entrei em contato com ele para conferir como estavam os seus negócios e sua família. Nesse momento, as conversas se tornaram reais e ele começou a realmente descobrir o que queria. Seus comentários anteriores não eram mais apenas pensamentos passageiros; era hora de fazer mudanças. Era hora de reescrever o plano financeiro que tínhamos estabelecido.

Algumas semanas depois, com grandes decisões em jogo, ele conversou com sua mãe, compartilhou o que sentia e ouviu as opiniões dela. Ela disse que o negócio nasceu da necessidade de colocar um teto sobre suas cabeças e comida na mesa. Era algo em que ela e seu pai eram bons, e eles perceberam que podiam ganhar a vida com isso.

O medo da mãe sempre foi de que seus filhos trabalhassem no negócio apenas por obrigação, mas como meu cliente se dedicou ao negócio e o desenvolveu, seus temores foram dissipados. Quando eles conversaram, em junho, ela disse que se fosse o momento de encerrar, ele teria seu total apoio. Ela também disse que se o pai dele ainda estivesse vivo, ele iria repetir o sentimento dela. Sim, eu acredito que houve alguma emoção nessa conversa!

Então, agora nossos planos financeiros para ele e sua família estão mudando. Estamos trabalhando juntos para superar isso. Se venderem o negócio ou não, eles estão em uma posição de solidez financeira.

A mudança pode significar que seus funcionários vão precisar de um novo emprego. Porém, ele sente que tem uma dívida de gratidão em relação aos muitos anos de serviço, então nossos planos incluem cuidar financeiramente dos funcionários. É uma história boa que eu acredito que não aconteceria se a pandemia não tivesse surgido.

Bryson Milley é membro da MDRT há 19 anos, de Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá. Entre em contato com ele pelo e-mail bmilley@rgfwealth.com.

 

{{GetTotalComments()}} Comments

Please Login or Become A Member to add comments