Select Language

Check Application Status
en

Resource Zone

Geração de um local de trabalho melhor por meio da cortesia.

Antoinette Tuscano

Rate 1 Rate 2 Rate 3 Rate 4 Rate 5 0 Ratings Choose a rating
Please Login or Become A Member for additional features

Note: Any content shared is only viewable to MDRT members.

Como cortar os custos com a perda de produtividade e uma liderança enfadonha.

A MAIORIA DE NÓS trabalha com pessoas estressadas e sem compromisso. É bem provável que algumas delas trabalhem para você. Cerca de 70% dos profissionais espalhados pelos EUA se sentem sem compromisso, e isto acarreta perdas na produtividade que já foram estimadas em até US$ 605 bilhões ao ano.

Funcionários sem compromisso apresentam maior probabilidade de se tornarem uma influência negativa aos colegas, faltarem ao trabalho e perder clientes, segundo o relatório sobre locais de trabalho nos EUA da Gallup. Além disso, a maioria dos funcionários não conta com uma liderança forte no local de trabalho, conforme o mesmo relatório.

Há uma conexão entre o envolvimento e a liderança, que costuma não acontecer no local de trabalho. Em primeiro lugar, liderança nada tem a ver com cargos. As competências relacionais são as mais importantes na liderança, conforme o especialista liderança, John Maxwell.

O impacto da gentileza

Considerando a baixa satisfação dos funcionários em relação à liderança no ambiente de trabalho, as competências relacionais podem ser uma luta para alguns gerentes e empresários. Contudo, existem soluções para esse desafio comum.

Uma ferramenta surpreendente, econômica e agradável para atingir mudanças é a gentileza. Gentileza significa apenas “conectar-se e cuidar das outras pessoas" – disse Jaclyn Lindsey, CEO da kindness.org, uma organização que estuda o impacto de atos mensuráveis de gentileza.

Embora a gentileza não seja algum tipo de pozinho mágico que se possa espalhar sobre os funcionários e chefes ruins para transformá-los instantaneamente, é um ponto de partida para mudar o clima de um ambiente profissional negativo. Microcomportamentos que fazem com que os funcionários se sintam ouvidos e cuidados têm um impacto positivo mensurável, conforme uma pesquisa da kindness.org. Além disso, “líderes gentis são mais respeitados” – disse Lindsey.

Em um estudo com 691 pessoas em 39 países, quanto mais atos de gentileza as pessoas realizavam, melhor classificavam sua própria felicidade e satisfação na vida, completou Lindsey. As vantagens da gentileza também são de longo alcance. Elas beneficiam quem é gentil, quem recebe a gentileza e até quem observa atos de gentileza.

A gentileza é tão positiva, então por que está tão em falta? Basicamente, é uma falta de conscientização, disse Lindsey. A maioria das pessoas não sai de casa mal-intencionada logo pela manhã. Elas estão apenas muito ocupadas, mal dormidas ou preocupadas.

Ao ensinar sobre a gentileza, Lindsey disse que o ponto de partida inicial deve ser a conscientização. Sem ela, você não consegue realizar as ações necessárias para fazer as mudanças. Muitas vezes, as mudanças são pequenas.

Lindsey deu o exemplo de um local de trabalho em que o chefe não dava bom dia para sua equipe. Isso desestimulava as pessoas. Quando ele começou a dar bom dia todas as manhãs, o nível de satisfação no local de trabalho começou a melhorar.

Mudanças simples que fazem diferença

"Dizer bom dia e boa tarde. Perguntar às pessoas como foi seu fim de semana. E ouvir as respostas. Dizer às pessoas que você é grato por tê-las ao seu lado. Escute e pequenos elogios se expandem muito” – Lindsey disse.

Outro problema é que nos preocupamos, mas não sabemos como “cuidar”, seja das pessoas amadas ou de membros de nossa equipe, prosseguiu Lindsey.

Cuidar bem não tem nada a ver com dinheiro. Por exemplo, somente falar com a sua família sobre férias caras não é cuidar dela. Tem mais a ver com estar presente e desligar o celular quando houver pessoas presentes.

A gentileza está nos atos inesperados que encantam e surpreendem. Pode ser deixando um bilhete, levando um cafezinho, ou fazendo algo em homenagem a uma pessoa querida de um cliente, que tenha falecido recentemente.

Orientação de equipes com gentileza

Nem mesmo seus melhores funcionários são capazes de ler sua mente, e haverá momentos em que você não poderá simplesmente levar um cafezinho para alguém para lidar com certos problemas. É preciso ter uma conversa honesta com as pessoas. Entretanto, você sempre tem uma escolha quanto a como dizer algo. Para maximizar o desempenho dos funcionários, ofereça conselhos construtivos, com empatia, em vez de críticas e severidade, Lindsey disse.

Como líder, defina claramente as funções dos funcionários e oriente as pessoas a atingirem seu potencial máximo. “No nosso trabalho com empresas, percebemos que a gestão geralmente envolve tendências à crítica sem clareza sobre funções e expectativas, de forma que o talento dos funcionários continua não sendo reconhecido ou sendo subutilizado” – disse Lindsey. “O simples reconhecimento dos valores, das realizações e das competências da sua equipe contam como uma gentileza no local de trabalho.

“O sucesso envolve mais coisas do que o dinheiro” – concluiu Lindsey. "A vida com gentilezas fará você se sentir mais bem-sucedido".

CONTATO: Jaclyn Lindsey kindness.org

 

{{GetTotalComments()}} Comments

Please Login or Become A Member to add comments