Select Language

Check Application Status
en

Resource Zone

Descoberta de uma abordagem equilibrada para ficar em casa

Miliana, CFP

Rate 1 Rate 2 Rate 3 Rate 4 Rate 5 0 Ratings Choose a rating
Please Login or Become A Member for additional features

Note: Any content shared is only viewable to MDRT members.

Em vez de encarar o surto do vírus como um grande desastre, por que não tentamos encará-lo como um ótimo corretor, que nos dá a oportunidade de reavaliarmos nossas vidas?

Depois de várias semanas trabalhando em casa, alguns de nós ainda podemos estar nos esforçando. É compreensível que nos preocupemos com o nosso trabalho e com o futuro incerto e imprevisível.

Talvez o problema seja o fato de medirmos o sucesso em termos de produtividade apenas. A MDRT, entretanto, ensina o conceito dos sete pilares da Pessoa Completa: carreira, educação, saúde, relacionamentos, espiritualidade, finanças e serviços. Em vez de encarar o surto do vírus como um grande desastre, por que não tentamos encará-lo como um ótimo corretor, que nos dá a oportunidade de reavaliarmos nossas vidas?

O #FiqueEmCasa nos dá tempo para desenvolver os pilares da Pessoa Completa que podemos ter negligenciado nas nossas rotinas movimentadas. Eu gostaria de considerar outros aspectos da nossa vida, além da carreira. São eles:

Formação. Muitas vezes, damos a desculpa de que não temos tempo para aprender. Agora é a hora de estudar a tecnologia. Eu aprendi a utilizar o aplicativo Zoom, que acabou se revelando muito útil nas condições atuais. Também aprendi a fazer slides em vídeo com o PowerPoint e li muitos livros de ótima qualidade.

Saúde. Nesse período de surto virótico e isolamento, somos alertados o tempo todo sobre como é importante cuidarmos da nossa saúde. Estou tomando mais vitaminas agora, comendo mais frutas, fazendo caminhadas de 30 minutos pela manhã para tomar um pouco de sol, e lavo minhas mãos com bastante frequência.

Relacionamentos. Geralmente, é difícil ter tempo de qualidade com os filhos, pois todos estamos muito ocupados. Estou aproveitando essa oportunidade para jogar baralho e jogos de tabuleiro com meus filhos, assistir filmes juntos e rir com eles vendo as fotos de quando eram pequenos. O tempo voa – agora meus filhos são adolescentes, com idade entre 14 e 17 anos, e são mais altos do que eu. Com eles estudando em casa, a proximidade física nos torna mais conectados. Ninguém mais pergunta: "Mãe, que horas você vai chegar em casa?"

Espiritualidade. Na minha opinião, este é o aspecto mais importante. Podemos aproveitar o tempo para nos aproximarmos de Deus e repensar o direcionamento que damos à nossa vida. Agora eu participo das sessões de oração on-line com mais frequência. Em vez de ficar nas redes sociais, eu também leio livros sobre espiritualidade e renovo minha alma.

Finanças. Muitas pessoas agora podem compreender a importância de manter reservas financeiras para três ou seis meses de despesas regulares, para um caso de emergência. Eu avaliei os itens de despesa desnecessários e os risquei da lista. Por exemplo, eliminei as viagens de férias este ano.

Serviços. Neste período, as pessoas podem se sentir impelidas a fazerem "compras por pânico." Enquanto isso, ouvimos falar que muitas pessoas, como trabalhadores assalariados, estão tendo muita dificuldade para ter pelo menos o que comer. Eu reservei parte do meu dinheiro para as doações. Minha renda está diminuindo sim, mas eu penso nas pessoas que estão sofrendo mais do que eu.

Vamos aproveitar esta oportunidade do #FiqueEmCasa para crescermos e nos tornarmos Pessoas Completas.

Miliana, de Jacarta, Indonésia, é membro da MDRT há 11 anos e qualificadora Court of the Table. Ela também é Presidente da MDRT na Indonésia em 2019-20.

Matéria publicada originalmente no Blog da MDRT.

 

{{GetTotalComments()}} Comments

Please Login or Become A Member to add comments